Empresas

Lisboa é um caso de estudo na implementação da Plataforma Urbana da NEC para cidades inteligentes

NEC apresenta caso de estudo e vídeo sobre funcionamento da Plataforma de Gestão Inteligente da cidade, um projeto realizado em conjunto com a Câmara Municipal de Lisboa –

A NEC Corporation, através da sua filial em Portugal, NEC Portugal, produziu um caso de estudo e um vídeo sobre a implementação da sua solução de Plataforma Urbana CCOC (Cloud City Operations Center) no município de Lisboa. Este projeto inovador lançado em 2017 em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, vem suportar a ambição da cidade de Lisboa de ser uma cidade líder a nível europeu em termos de cidades inteligentes, através da criação de uma plataforma de infraestrutura de cidade inteligente que permite à cidade integrar uma variedade de fontes de dados, trabalhando em conjunto com tecnologias de inteligência artificial (IA) e internet das coisas (IoT), para reunir, armazenar e analisar múltiplos dados da cidade.

Este inovador projeto faz parte da iniciativa da Camara Municipal de Lisboa de tornar a cidade um local mais aprazível e sustentável através da utilização de dados que permitam melhorar os serviços disponibilizados aos seus cidadãos e aos seus visitantes, tendo com o seu contributo introduzido novos níveis de segurança pública, mobilidade, poupança de energia, gestão de resíduos e eficácia operacional.

O Desafio: Lidar com a complexa rede de dados dispersos por diferentes aplicações e locais

A Câmara Municipal de Lisboa enfrenta a difícil tarefa de melhorar a qualidade de vida dos seus 500.000 habitantes, ao mesmo tempo que lida diariamente com a entrada de um milhão de pessoas que se deslocam para a cidade. O município percebeu que a chave para uma gestão eficiente da cidade residia em ter informação de qualidade, mas essa informação encontrava-se dispersa por uma rede complexa e inflexível de diferentes aplicações setoriais.

Perante isto, a decisão de avançar com este projeto inovador surge com o claro objetivo de tornar a capital portuguesa numa cidade inteligente e pronta para o futuro, melhorando os serviços prestados aos cidadãos através da utilização de dados. Para conseguir trabalhar nesse sentido, o passo seguinte passou por encontrar uma empresa parceira que pudesse ajudar na construção de uma infraestrutura de cidade inteligente que integrasse uma variedade de fontes de dados. A NEC foi a empresa selecionada, uma vez que respondia aos diferentes requisitos necessários.

A Solução: Uma Plataforma de Gestão Inteligente que recolhe, gere e apresenta dados relevantes

Em colaboração com a Câmara de Lisboa, a NEC implementou a Plataforma de Gestão Inteligente de Lisboa, que agrega, gere e disponibiliza dados relevantes obtidos a partir de sistemas de informação municipais e de mais de 30 instituições públicas e privadas.

Esta plataforma possui uma nova estrutura conceptual de dados e uma arquitetura de sistemas que permitem que a informação contida nas múltiplas aplicações setoriais do município seja integrada. Isto significa que a informação pode ser consolidada com acesso multiformato, permitindo apresentar os principais indicadores e vetores do município e possibilitando uma gestão colaborativa e integrada de toda a atividade operacional da cidade.

Baseada em Fiware, uma plataforma de middleware open source, a Plataforma de Gestão Inteligente de Lisboa tira partido do poder da tecnologia IoT e de APIs abertas para recolher, armazenar e analisar dados. Uma vantagem chave do Fiware consiste na sua natureza aberta e agnóstica relativamente a fornecedores, que assegura que a Câmara Municipal de Lisboa não fica presa a nenhum fornecedor específico de tecnologia.

Desde a implementação desta solução, já foi possível verificar melhorias na forma como a cidade é gerida. Para o Diretor-Geral da NEC Portugal, João Fernandes, “a eficiência de múltiplos serviços da cidade teve uma clara melhoria graças aos dados recolhidos através dos sensores de IoT, que são posteriormente analisados ​​e convertidos em informações úteis para os gestores e utilizadores desses serviços”.

Os dados recolhidos pelos diversos sensores e câmaras de vigilância instaladas são utilizados ​​para efetivamente melhorar a segurança pública e a eficiência operacional. Exemplo disso são os sensores inseridos nos veículos de polícia da cidade, que rastreiam a sua localização precisa e em tempo real, sendo essas informações usadas para identificar de imediato o veículo mais adequado para a resposta a determinado incidente.

Relativamente à área de gestão de resíduos, estão equipados com sensores inteligentes cerca de 2.000 contentores de resíduos, que conseguem assim transmitir a indicação de quando estão cheios. Isto melhorou de forma bastante significativa a eficiência e a gestão de recursos da recolha de resíduos na cidade de Lisboa, uma vez que os funcionários encarregues deste serviço podem agora fazer a recolha de resíduos apenas quando o contentor se encontra cheio.

A Plataforma de Gestão Inteligente de Lisboa tem também vindo a contribuir para solucionar problemas de congestionamento de tráfego trazendo benefícios em termos da qualidade do ar, saúde e bem-estar. As iniciativas de mobilidade elétrica da cidade incluem o desenvolvimento de um esquema público de partilha de bicicletas elétricas como incentivo para a não utilização do automóvel.

“Todas as bicicletas estão ligadas a uma aplicação para telemóvel que os utilizadores usam quando pretendem alugar uma bicicleta. Pela integração desta informação na plataforma, quem faz a gestão da mobilidade da cidade sabe em tempo real quantas bicicletas existem em cada doca de bicicletas – se a mesma está cheia ou vazia – e o número de bicicletas em utilização em qualquer período de tempo, o que permite ganhar uma melhor compreensão sobre a mobilidade urbana e a forma como a cidade funciona”, explica João Paulo Fernandes, diretor geral da NEC Portugal.

Outra área de melhoria foi a da segurança pública de Lisboa, através da utilização de analítica de vídeo para identificar e reportar rapidamente qualquer comportamento suspeito, fornecendo aos prestadores de serviços de emergência informações úteis ​​em tempo real. Isto permite às diferentes entidades governamentais responder aos incidentes e melhorar a colaboração entre os vários agentes de segurança pública.

“A integração da plataforma inteligente com todas as entidades de serviço de emergência permitiu a colaboração entre os diferentes agentes, como a Polícia, os Bombeiros e a Proteção Civil. Adicionalmente, permitiu a implementação de fluxos de trabalho automatizados para resposta a cada tipo de incidente. Todas as entidades podem agora agir proactivamente para analisar cada tipo de ocorrência e monitorizar a eficácia da sua operação”, destacou João Fernandes, da NEC Portugal.

Os Resultados: Melhoria na sua gestão fez de Lisboa uma cidade mais acolhedora e sustentável

A plataforma da NEC está a ajudar a Câmara Municipal de Lisboa a melhorar significativamente a mobilidade, a segurança pública, a eficiência na gestão das operações da cidade, a coesão social e a qualidade de vida dos seus cidadãos.

Lisboa procura tornar-se uma cidade mais acolhedora e amigável para todos e a Plataforma de Gestão Inteligente de Lisboa, implementada pela NEC, tem sido um elemento vital desse caminho de inovação.

O caso de estudo e o vídeo sobre a implementação em Lisboa pela NEC da sua solução de Plataforma Urbana CCOC (Cloud City Operations Center) está disponível em: https://www.nec.com/en/case/lisbon_council/index.html  


Texto da responsabilidade da empresa.

Fonte: Taylor

Related posts

This website uses cookies to improve your experience. Aceitar Ler mais

X