Artigos de Opinião

Sérgio Moro: “Aproveitar os dados de redes sociais para alavancar um turismo inteligente”

Atualmente, vivemos num mundo de redes sociais, com um crescimento exponencial de utilizadores desde o início do milénio e que, hoje em dia, se confunde com o número de utilizadores da Internet. Tal contexto leva a que a grande maioria dos dados sejam gerados pelos utilizadores, que são, simultaneamente, produtores e consumidores deste manancial de informação. As organizações, tanto do setor público, como do privado, têm estado atentas a este fenómeno e, consequentemente, têm procurado aproveitar as redes sociais, não só promovendo as respetivas marcas que representam, mas também analisando a informação prestada pelos utilizadores, que permite entender o grau de satisfação com produtos e serviços, e ainda compreender o fenómeno de propagação da informação, denominado de electronic word-of-mouth.

Especificamente para turismo, as plataformas de reviews online como o TripAdvisor e o Booking.com têm tido uma forte adesão da parte dos turistas, que as utilizam quer para publicar as suas opiniões sobre um hotel ou um restaurante, quer para lerem o que outros anteriormente escreveram e assim poderem tomar decisões sustentadas na experiência de outros turistas. As unidades turísticas como hotéis e restaurantes, na sua grande maioria, estão registadas nestas plataformas, participando ativamente das mesmas respondendo aos seus hóspedes e mantendo a informação sobre as suas unidades atualizada. Este contexto tem despertado o interesse de investigadores nas áreas do turismo e da análise de dados.

O ISTAR-IUL, Centro de Investigação em Ciências da Informação, Tecnologias e Arquitetura, inserido no ISCTE-IUL, com um forte enfoque em investigação multidisciplinar e dotado de uma equipa de investigadores com diversas valências, tem investido em investigação numa nova área, Tourism Analytics, que cruza a análise de dados através da denominada Ciência de Dados (ou Data Science) com os fenómenos sociais e das ciências de gestão inerentes ao turismo, como a satisfação dos turistas e a gestão de marcas, por exemplo. Em particular, o grupo de Sistemas de Informação tem investigadores dedicados a estas temáticas, com resultados interessantes como, por exemplo, através da análise da oferta hoteleira a uma escala nacional e grau de satisfação com a mesma por parte dos turistas, e que potenciam um turismo inteligente.

Adicionalmente, sendo esta uma área com crescente procura de profissionais qualificados, o ISCTE-IUL, numa vertente multidisciplinar, oferece uma Pós-Graduação em Ciência de Dados Aplicada, com o objetivo de dotar os candidatos de formação avançada para alavancar a tomada de decisão com base em dados, bem como uma Licenciatura em Ciência de Dados que permite aos jovens ingressar em formação especializada nesta área.


Related posts

This website uses cookies to improve your experience. Aceitar Ler mais

X