Empresas

Aeródromo Municipal de Santa Cruz acolheu a 12.ª Reunião do Projeto “FIREFRONT”

O Aeródromo Municipal de Santa Cruz pretende assumir-se como um laboratório aeronáutico.

Quem o afirmou foi o presidente do Aeroclube de Torres Vedras, João Francisco, no âmbito da 12.ª Reunião do Projeto “FIREFRONT”, que teve lugar na tarde de ontem, dia 1 de julho, naquele aeródromo, o qual tem contribuído para a realização deste projeto.

De referir que o mesmo consiste no desenvolvimento de “sensores e sistemas de comunicação e de análise de imagens obtidas por meios aéreos tripulados e não tripulados, para localizar a frente de fogo num incêndio e fornecer dados para suporte à decisão na gestão dos grandes incêndios florestais”.

No âmbito da referida reunião teve lugar uma demonstração das tecnologias que estão a ser desenvolvidas por meio do “FIREPRONT”, a qual contou com a colaboração da Associação dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras e a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, bem como com a do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras.

Na sessão de encerramento do evento, Carlos Bernardes aproveitou para parabenizar o Aeroclube de Torres Vedras por ter “a visão estratégica e integrada de ir para além de uma escola de pilotagem e contribuir para o conhecimento e a ciência”, revelando a sua satisfação por a partir de Santa Cruz estar a implementar-se um centro de testes na área da aeronáutica.

De referir também que a empresa UAVISION, sediada no concelho de Torres Vedras, é uma das entidades envolvidas no desenvolvimento do projeto “FIREFRONT”, o qual é financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e estará concluído em 2022.

Mais informação sobre o mesmo poderá ser consultada no respetivo site.


Texto da responsabilidade da entidade.

Fonte: Câmara Municipal de Torres Vedras

Related posts

This website uses cookies to improve your experience. Aceitar Ler mais

X