Artigos de Opinião

Maria Esteves: “Um por todos, TODOS por UM!”

Maria Lapa Esteves
Docente da Universidade Autónoma de Lisboa

Este slogan nunca fez tanto sentido como agora. Ao pararmos para preservar a nossa saúde, pudemos parar para pensar,  e fomos que forçados a parar para respirar…,  mais ou menos forçados, com mais ou menos noção do que se passa… com a pandemia Covid19 foi dado a oportunidade a todos de verificar que o mundo é mesmo uma aldeia global, e que podemos e devemos sempre para o bem do todo, agir individual ou localmente. Cidades inteligentes sendo habitadas por pessoas mais lúcidas, mais conscienciosas e mais altruístas também.

Tomar a consciência de que todos somos UM. Todos somos figuras publicas com responsabilidade social. Todos somos determinantes na nossa maneira de viver e não marionetas ao comando de um poder político, empresarial ou espiritual que sejamos fervorosos; mas somos, podemos e devemos ser parte integrante em todos eles.

A nossa política sustentável, as nossas sociedades sustentáveis, as nossas empresas  sustentáveis são agora constituídas necessariamente por seres humanos ditos mais evoluídos… gosto de dizer, por pessoas mais conscientes, mais lúcidas, mais amistosas…  onde a flexibilidade mental, livrou-os de comportamentos egoístas, onde reinava os tabus, os preconceitos, os juízos de valor para dar espaço às ligações e construções em estreitamento de laços altruístas, onde se vive não em dependência, nem independentes, mas numa interdependência saudável onde reconhecemos o valor de cada um.

Sim, estamos a viver uma pandemia, sim foi decretado “Estado de Emergência” para cumprir, numa dinâmica de PREVENÇÂO. Sim vivemos num estado de democracia, mas até todos nós percebermos que a Saúde Mental passa pelo respeito de termos cuidado connosco próprios, com a nossa cidade, com os que me rodeiam e que estamos mais próximos uns dos outros do que pensamos… por vezes, precisamos, como diz o povo, de “bombeiros voluntários à força!” ou até porque também sabe a sabedoria popular que todos nós somos muito bem educados, mas às vezes não nos apetece!!!”.

O Covid19 passará em breve. Ficará a aprendizagem e a alegria de termos resolvido mais um problema. Por enquanto, se pode, fique em casa. E seja FELIZ!

A loucura seria se não ultrapassássemos a crise. E igualmente insano seria, não nos apercebermos que é verdadeiramente possível sermos FELIZES!

Se é possível? Permitam-me que vos responda também com outra pergunta… Não pudemos nós MUNDO, parar para respirar, parar para pensar o que se passava e parar para agir em conformidade com um todo chamado PAÍS? Chamado MUNDO? Chamado planeta azul, a nossa casa?… Então?… E enquanto houver distanciamento social, as minhas saudações com vénia.


Related posts

This website uses cookies to improve your experience. Aceitar Ler mais

X