Inovação Social Saúde

Glintt Inov transforma-se num Ecossistema Ibérico de Inovação totalmente dedicado à Saúde Digital

A Glintt INOV, o Hub de Inovação na área de Digital Health da Glintt, multinacional portuguesa, líder em serviços tecnológicos na área da Saúde, torna-se agora num ecossistema ibérico de inovação  no setor da saúde digital. Tecnologia, Inovação, Saúde e Presença Ibérica são as forças motrizes por detrás deste ecossistema.

Com o intuito de dar continuidade ao trabalho desenvolvido, mas com um alcance ainda maior e dedicado a Startups ou PME, que se encontrem a trabalhar nestas mesmas áreas –  Saúde e Tecnologia, a Glintt Inov pretende agora reforçar a sua estratégia de Open Innovation, ao dar a oportunidade a clientes e a parceiros de se candidatarem, assim como ajudar as empresas que se encontrem a desenvolver, validar ou comercializar projetos na área do Digital Health, a terem acesso ao contexto e mindset certo sobre o futuro da saúde. Isto significa criar diferentes  programas, com mentoria para novas empresas que queiram lançar as suas startups e que não tenham espaço próprio, financiamento, apoios de marketing ou tecnologia disponível, ou outras, que já tendo produtos, necessitem do contexto certo para os validarem e direcionarem de forma correta ao mercado endereçável.

Assim, com cerca de um ano e meio, enquanto estrutura independente e desafiadora das mentes inquietas que constituem o maior ativo da Glintt, o capital humano, o seu objetivo passa por “incentivar a que todos os colaboradores da Glintt sintam que podem e devem contribuir, com ideias e com o seu espírito crítico, para inovar ou melhorar ainda mais o que até  já funciona bem, e, por outro lado, abrir portas a outros stakeholders importantes para a Glintt para que possam também eles expor os seus projetos”, refere Hugo Maia, Diretor da Glintt Inov.  

A Glintt reúne um conjunto de atributos únicos, que podem ser muito relevantes para estas Startups e PME, nomeadamente: a pertença a um ecossistema de empresas onde se incluem cerca de 17.000 farmácias em Portugal e Espanha, Hospitais Privados, distribuidores farmacêuticos, Centros de informação e académicos, entre outros. O acesso a clientes, parcerias com as principais empresas de tecnologia e cloud services e a possibilidade de aceder a dados estruturados na área clínica e de farmácia, através de um data lake, são algumas das vantagens que a Glintt quer disponibilizar a estas empresas.

Neste sentido e tendo como missão a procura pelos projetos mais inovadores e que respondam aos desafios cada vez mais complexos do setor da Saúde, a Glintt Inov selecionou quatro projetos, que resultam do processo de ideação interno, o “Ciclo INOV”, mas também da realização do seu primeiro Hackathon (Hacking Health). O primeiro, o “Med.GPS”, apresentado por uma equipa interna da Glintt, consiste numa App que pretende dar informação sobre as farmácias que têm em stock, nesse preciso momento, o produto que necessitamos. O segundo, o “EVA”, um chatbot em linguagem natural, apresentado por uma equipa de estudantes do Instituto Superior Técnico e que pretende ser um interface entre os utilizadores e a tecnologia, nomeadamente nos serviços hospitalares onde, por vezes, se perde mais tempo a resolver problemas informáticos do que a olhar nos olhos dos doentes. O “Vigipharma”, uma plataforma mobile interativa para o registo, report e controlo das reações adversas dos medicamentos. E, por último, o projeto Pharma.Quest, também este um chatbot que pretende facilitar o controlo das receitas médicas e a interação das pessoas com a sua farmácia.

Por outro lado, existem já dois projetos, do ano passado, que estão em fase piloto, nomeadamente: Game4Life e o Knowlogis. Este último está em fase piloto no CHVNG/E e resulta de um projeto de candidatura a fundos comunitários e de uma parceria entre esse Centro Hospitalar, a Glintt INOV e o INESCTEC. O seu objetivo é dotar as unidades Hospitalares e Organismos Centrais da capacidade de previsibilidade no que respeita à necessidade futura dos seus consumíveis (desde medicamentos, ligaduras, até salas e macas), ou seja, tudo o que necessita para funcionar. 

O Game4Life, está já na sua fase final de desenvolvimento e será pilotado com algumas Farmácias Portuguesas, que o apoiaram na sua fase de ideação. Trata-se de uma plataforma de “Gamificação”, que tem como objetivo melhorar os outcomes dos doentes diabéticos, em especial os que sofrem de Diabetes tipo 1. Esta plataforma permite que o Farmacêutico assuma um papel de “Health Coach”, que através do estabelecimento de novos desafios vai poder estimular os doentes a atingir metas que o vão levar para um melhor controlo da sua doença, retirando assim alguma componente psicológica mais pesada da equação de se estar doente.

Em 2019, a Glintt investiu cerca de 3,5M€ em projetos de inovação. Este montante inclui investimento próprio e investimento público. Nestes projetos incluímos tanto os de inovação, que resultam do processo interno de apoio de ideias, como os projetos desenvolvidos em parceria com parceiros ou clientes.

Este é um dos investimentos mais estruturantes da empresa para os próximos anos. Acreditamos que este caminho é estruturante para garantirmos que a Glintt acompanha o ritmo frenético da sociedade e consegue entregar soluções tecnológicas eficientes e sustentáveis e, que no final do dia, possam melhorar a saúde de todos.


Texto da responsabilidade da empresa.

Fonte: BloomCast

Related posts

This website uses cookies to improve your experience. Aceitar Ler mais

X