Empresas

OrCam MyEye na lista da revista TIME das 100 melhores invenções de 2019

O dispositivo tecnológico de assistência OrCam MyEye capacita pessoas invisuais ou amblíopes para aumentar o seu nível de independência

A OrCam MyEye foi selecionada pela revista TIME como uma das 100 melhores de invenções de 2019. A coletânea anual da conceituada revista norte- americana pretende destacar as invenções que de alguma maneira “estão a tornar o mundo melhor, mais inteligente e, por vezes, até mais divertido”.

De modo a materializar a lista de melhores invenções da TIME, a revista pediu nomeações a editores, correspondentes e através de uma candidatura online, em vinte categorias distintas. Cada concorrente foi, após candidatura, avaliado em alguns fatores-chave tais como originalidade, eficácia, ambição e influência. Desta forma, na categoria “Acessibilidade” a OrCam foi uma das quatro invenções distinguidas.

“Estamos verdadeiramente honrados que a nossa solução OrCam MyEye tenha sido distinguida como uma das melhores invenções de 2019, na categoria de Acessibilidade”, disse o Professor Amnon Shashua, co-fundador e co-CEO da OrCam Technologies. “Apreciamos profundamente o reconhecimento da TIME relativamente à capacidade de mudar vidas da OrCam. Fomos pioneiros nesta inovação com o objetivo de a tornar uma ‘inteligência artificial de companhia’ para ajudar diretamente as pessoas invisuais, com dificuldades visuais, de leitura ou mesmo disléxicas.”

Sem fios, leve e do tamanho de um dedo, o dispositivo de tecnologia pioneira OrCam MyEye lê texto impresso e digital de qualquer superfície em voz alta – em tempo real. Esta capacidade, possibilitada graças a avançada inteligência artificial, torna acessível a leitura de texto em jornais, livros, computadores, smartphones e etiquetas de produtos de supermercado. Algumas características adicionais da solução de assistência passam pelo reconhecimento facial e identificação de cores, notas (dinheiro) e códigos de barras.

Fabio Rodriguez, country manager da OrCam em Portugal e Espanha, dá conta que esta “é uma distinção extremamente importante que não podia vir em melhor altura, já que no dia 3 de dezembro se celebra o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Temos sempre o cuidado de trabalhamos em proximidade com os parceiros locais para nos certificarmos que trazemos esta tecnologia aos cidadãos com dificuldades de visão, e neste caso, estamos entusiasmados porque a população portuguesa já pode adquirir este aparelho, que tem a capacidade de mudar vidas.”

O OrCam MyEye adere magneticamente às hastes dos óculos do utilizador e foi concebido pelas mentes mais experientes nas áreas de Machine Learning e Computer Vision para ser intuitivo e fácil de utilizar para pessoas com dificuldades de visão. O aparelho é o único dispositivo de visão artificial wearable ativado apenas por um gesto de apontar ou apenas por seguir o olhar do utilizador – o que permite uma utilização mãos-livres.

Uma das mais importantes características da solução passa por não necessitar de ligação à internet para funcionar, preservando totalmente a privacidade de dados dos seus utilizadores.

Sobre a OrCam Technologies

A OrCam foi fundada em 2010 pelos empreendedores israelitas Prof. Amnon Shashua (CTO) e por Ziv Aviram (CEO), que também são cofundadores da Mobileye, líder no desenvolvimento de um sistema inovador de prevenção de colisões e para direção autónoma.

Quando se aperceberam que a sua tecnologia revolucionária poderia ajudar indivíduos com dificuldades visuais, Shashua and Aviram fundaram a OrCam com a missão de explorar o potencial da visão artificial, incorporando tecnologia pioneira em dispositivos wearable, de modo a melhorar as vidas de indivíduos cegos e amblíopes, com dificuldades visuais, de leitura ou de reconhecimento facial.

A startup israelita está avaliada em mais de mil de milhões de dólares, sendo uma das 38 empresas de saúde mundiais consideradas “unicórnio”.


Texto da responsabilidade da empresa.

Fonte: BloomCast

Related posts

This website uses cookies to improve your experience. Aceitar Ler mais

X